Publicada em: 16/03/2016 - 10:17, por Revista ESPAÇODESIGN

A A A

Parque da Gare: Passo Fundo/RS.

Projeto de revitalização assinado por arquitetos da Espanha, trazem um novo conceito, que contempla: Feira do Produtor, Anfiteatro, quadra poliesportiva, recantos, cultura, lazer e qualidade de vida em mais de 50mil m2 de área urbana, que já estão sendo executados no centro de Passo Fundo, RS.

O objetivo das intervenções é converter o local, que abrigou até a década de 1980 uma estação ferroviária, no principal espaço público no centro da cidade destinado à prática de atividades físicas, descanso e convivência, comenta Renata Luiza Caus, arquiteta e urbanista, Coordenadora do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente de Passo Fundo, RS, responsável pela fiscalização de obra juntamente com a Secretária de Planejamento Urbano, arquiteta e urbanista Ana Paula Wickert.

O conceito adotado é de um parque equipado, sendo previstas diversas intervenções, tais como: 4 edificações - feira do produtor, lanchonete, biblioteca e sanitários; e obras de infraestrutura: calçamentos urbanos, passeios, circuito de ciclovias, escadarias e rampas, quadra poliesportiva, pista de skate, espaço multiuso, lago, playgrounds, mobiliário urbano, drenagem, rede de água, esgotamento sanitário, iluminação, sinalização, estacionamento, arborização e vegetação paisagística.

O novo edifício da Feira do Produtor ficará em uma zona de declive, articulando patamares e acessos por rampas e escada. O seu interior é organizado espacialmente por rampas que conectam três espaços, sendo que o primeiro contém a zona de apoio, com banheiros, depósitos e instalações; o intermediário comporta a praça de alimentação, e o patamar inferior abriga as zonas fixas dos frios, o espaço de mezanino e o acesso ao estacionamento da feira.

O espaço que funcionava como bar, será demolido e substituído por uma nova Lanchonete, que deverá ser uma extensão da praça, unindo interior e exterior ao mesmo tempo. A sua colocação em uma das extremidades da praça faz com que a edificação possa fechar visualmente este espaço, tornando a praça mais íntima e protegida do contexto externo.

O Prédio de Apoio existente será reformado e abrigará sanitários e um depósito para ferramentas de manutenção. Já a Biblioteca, que está em fase de aprovação e não inlcusa nesta fase 1, será em dois níveis, sendo o inferior todo em concreto armado e alvenaria, e a partir de sua laje de cobertura se desenvolve um prisma de forma singular projetado em estrutura metálica e fechamento em alvenaria com algumas superfícies envidraçadas.

A empresa responsável pelo projeto é a espanhola !DOM - ACTX , o processo se deu através de uma licitação internacional seguindo os moldes do BID, e o valor do projeto foi de R$804 mil reais. Nesta licitação tivemos 22 interessados, cita Renata Luiza Caus, sendo formada uma lista curta com os 6 mais qualificados e destes, a !DOM-ACTX foi a vencedora.

A licitação foi feita em Julho de 2011. A empresa responsável pela execução da obra é a Referência Obras e Sinalizações LTDA, de Erechim, RS, e haverá uma empresa responsável pela supervisão, a Incorp, de Porto Alegre, RS.

A data de início da fase 1 das obras foi 7/4/2015 com previsão de término entre 9 e 12 meses. O custo de obra ofertado pela empresa executante é de R$ 8.023.000,00.

Palavras-chave:

Parque da Gare

Imagens Relacionadas

Clique nas imagens para ampliá-las.

Aqui, empresas e projetos ganham espaço

© 2018 Revista ED. Todos os direitos reservados - Parceria Sistemas.

Ou entre em contato pelo telefone: (54) 3045-6520